Buscar
  • BR Quantec PRO

Física Quântica e Quantec

1. Átomo: mais balão de ar que matéria

A matéria não é tão sólida quanto parece

Quando se levanta uma pedra, o peso transmite a sensação de que se tem muita matéria nas mãos.

Entretanto, isso somente é uma ilusão.

Essa pedra pesada se parece mais a um balão de ar com um pequeno grão de pó no centro. O "envoltório" deste balão está composto por elétrons que rodeiam constantemente o núcleo do átomo traçando órbitas novas e com tanta rapidez que temos a impressão de estar diante de uma superfície sólida.

A catedral de Burgos

As proporções no átomo são tão surpreendentes que se aumentássemos um átomo para que fosse tão grande quanto a catedral de Burgos, o núcleo apenas teria o tamanho do caroço de uma azeitona com elétrons na casca, que por sua vez seriam muito menores.

Entretanto, o caroço de azeitona e os elétrons teriam o mesmo peso que se enchêssemos a catedral de Burgos de concreto até o teto.

O que isso significa para nós?

Se a matéria da catedral de Burgos tem o  tamanho do caroço de uma azeitona, de quanta matéria nós estamos compostos?

Na catedral de Burgos caberiam umas 20.000 pessoas colocadas uma em cima da outra. Todas elas compartilhariam a matéria do tamanho de um caroço de azeitona, que pesa tanto quanto todas as pessoas juntas.

Portanto, o ser humano não está composto massivamente de matéria, e sim algo que é parecido com uma projeção, uma ilusão que somente está composta por una vinte milésima parte do caroço de uma azeitona.

Os físicos quânticos sabem disso há muito tempo.

O que você está lendo nesta página, faz mais de 100 anos que os físicos quânticos sabem.


Condensado de Bose-Einstein

Se esfriamos esta ínfima parte de matéria a - 273 ºC, esta se dissolve - veja o gráfico à direita. Tudo está em ondulação

As proporções no átomo (passo 1) e o fato de que a matéria possa dissolver-se se a esfriamos o suficiente (passo desta página), mostram de forma impressionante, que nós e o Universo no qual vivemos somos compostos apenas por uma pequena parte de matéria, que, além disso, tem propriedades diferentes das que podemos perceber.

Se meus pacientes não são compostos principalmente de matéria, não posso esperar êxito com uma terapia puramente material. Com ela eu somente cobriria uma parte ínfima.

QUANTEC se preocupa com a outra parte dos meus pacientes.


A mente domina a matéria

Agora que já sabe que a matéria é mais ilusão, já não lhe surpreenderá tanto saber que os pensamentos podem influir tanto sobre a matéria.

Isso também foi investigado empiricamente na Universidade de Princeton. Lá alguns estudantes se sentaram diante de um tabuleiro de Galton, uma estrutura experimental na qual continuamente caem bolas passando por uma distribuição triangular de pregos (veja a imagem direita).

O resultado dos ensaios realizados durante anos demonstrou que os estudantes realmente podiam desviar à esquerda ou à direita as bolas com seus pensamentos (veja o vídeo à esquerda). O livro

Estes resultados foram publicados pelo professor Dr. Jahn em conjunto com Brenda Dunne no livro "Margins of Reality". A versão alemã "Na den Rändern des Realen" foi editada pelos investigadores de Princeton na empresa QUANTEC. Isso é bastante incomum e mostra o apreço que têm os autores pelo trabalho da empresa QUANTEC.


QUANTEC


Não é possível compreender o modo de funcionamento e atuação de QUANTEC se uma pessoa se apóia unicamente em seus cinco sentidos e na visão newtoniana do mundo.

QUANTEC é tecnologia quântica e uma vez que a física quântica nos é tão incompreensível, um produto que funciona segundo estes princípios, a primeira vista, também o tem que ser.


Fonte: https://www.my-quantec.cl/po/die_theorie/fisica_quantica_atomo.php