Buscar
  • BR Quantec PRO

Equipamento Milagreiro?

O tratamento com o Quantec é uma ótima opção de harmonização em todos os sentidos.


Entretanto, está longe de ser aquela solução fácil em que basta apertar um botão e está tudo resolvido.


Como todo e qualquer tratamento conhecido no mundo, não dispensa o concurso da própria pessoa.


Claro que o processo de colocação de informação nova no subconsciente do assistido é automático, mas não há cura real sem a participação do indivíduo.


É imprescindível esclarecer que o Quantec não é uma opção para quem quer soluções fáceis. É uma opção para quem quer uma solução consistente, mas que, na maioria dos casos, exige pelo menos um posicionamento do cliente no sentido de agir de forma coerente com o que está sendo emanado.


Se faço um tratamento para cirrose mas continuo ingerindo bebidas alcoólicas, como me curarei?


Se faço um tratamento para passar em um concurso público mas não estudo um único dia, como poderei esperar sucesso?


Se faço um tratamento para harmonizar minhas relações afetivas mas escolho continuar vivendo relações clandestinas que causam lesões afetivas nas pessoas, como esperar sucesso?


Se faço um tratamento para prosperidade mas não estou disposto a agir conforme a lei da prosperidade (guardar uma parte, gastar uma parte e doar uma parte) e se não estou disposto a aproveitar as oportunidades de trabalho que chegarão em meu caminho, como serei próspero? 


Se faço um tratamento para apaziguar conflitos, mas ao perceber que as pessoas estão mais calmas eu vou lá e ateio fogo do ódio provocando novas discussões, como ver a harmonização acontecer?


Não há mágicas no processo e o Quantec não é o “equipamento milagreiro” que fará tudo acontecer automaticamente na base do “paguei-recebi”.


"Mas o Quantec deveria me obrigar a não sentir mais vontade de fazer as coisas que me prejudicam"


O Quantec não interfere no livre arbítrio das pessoas. Ele é um aliado para harmonizar coisas que nós ou outros desarmonizamos exercendo nosso direito de escolher como agir. Ações eventualmente degenerativas vão acabar gerando desarmonias.


Mas uma vez harmonizado, cabe ao assistido adotar uma postura preventiva.


Através do módulo DCR por exemplo, o cliente recebe informações muito específicas de que comportamentos sabotadores deve evitar ou quais posturas comportamentais deve evitar ou modificar. O Quantec o estimulará a isso, mas precisa haver a decisão real e efetiva do assistido em assumir aquelas orientações.


Se a sua expectativa é de um tratamento milagreiro, recomendamos que não faça seu tratamento. 


Mas se sua expectativa é a de contribuir ativamente para sua melhora, entendendo que o Quantec é um aliado que emana ondas dia e noite, compreendendo que o tratamento descortinará informações existenciais fundamentais para que você ajuste os comportamentos sabotadores, e entendendo que não existe cura para nada sem a participação ativa do assistido, aí sim, recomendamos que invista nessa terapia.


E se um cliente solicitar o tratamento e conscientemente resolver não fazer sua parte? Acontece alguma melhora? Sim, acontece. No entanto, é muito comum que as melhorias sejam sutis e imperceptíveis, de modo que só se vai perceber que havia uma fluência de harmonização presente quando o tratamento for interrompido e as ondulações de sustentação pararem. Aí é que se percebe, geralmente, que o Quantec estava contribuindo ainda que minimamente.


Para quem abraça e se envolve no tratamento contudo, mergulhando no propósito de efetivamente fazer parte de seu próprio processo de harmonização, os resultados são, via de regra, muito bons.